Solilóquio

Há pouco tempo encontrei minha professora de português e inglês do colegial num evento de bem estar, promovida pelas Loucas do Bem. Inclusive, recomendo que vá conhecer. Elas se organizam em Atibaia-SP. Acesse a página no Facebook: https://pt-br.facebook.com/soloucasdobem/

Bem, voltando ao assunto. Me lembrei da professora antes de escrever este blog, porque não me lembro de ter ouvido a palavra solilóquio nos tempos de escola nas aulas de gramática nem literatura. E perdi a oportunidade de falar a ela sobre isso. E nem peguei o contato da minha querida professora.

O nome solilóquio significa o mesmo que monólogo. É também conversar consigo mesmo. É o que faço no blog. Quando escrevo estou primeiramente escrevendo para mim mesmo. Se servir a outra pessoa, ficarei feliz. Mas a essência deste blog é escrever primeiro para mim como um diário.

Um diário de exposições íntimas de caráter consciencial e não aquele diário de coisas que fiz durante o dia, rs. Aliás adoro aquele desenho do Doug, ele sempre escrevia suas memórias.

Vou contar uma história que não pode fazer sentido: um dia estava em meu quarto, quase para dormir, tive uma rápida catalepsia projetiva e ouvi uma conversa, um homem próximo falou para procurar João Cristóvão. Quando despertei, anotei o tal nome.

Hoje em dia a primeira coisa que fazemos quando queremos pesquisar alguma coisa é perguntar ao Google. Fui o que fiz. Botei lá o nome do João Cristóvão. Lógico que é um nome até muito comum. Mas um dos links achei especial, falava de João Cristóvão Moreira, um cronista português de tourada que havia falecido pouco tempo. Seu apelido? Solilóquio!

Como eu buscava um nome para o meu blog recém-criado, que antes se chamava “diário de ideias”, que já existia muitos homônimos, decidi por Solilóquio que caiu como uma luva. Há outros blogs que utilizam a palavra solilóquio, mas nada de “sonhados”.

Não pesquisei muito sobre João Cristóvão. Que Deus o tenha, mas nunca fui fã de tourada e até sou contra a prática dessa tradição. De qualquer forma, o nome veio de forma inesperada.

E voltando ao encontro com a professora, mostrei uma mensagem que ganhei dela no último dia de aula. E lhe falei quanto aquela mensagem fez mudar a minha vida.

Segue a imagem na íntegra:

viver

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s